segunda-feira, 29 de abril de 2013

Sorteio - Exemplar de ''Eu, meu pai e meus outros amores'' - Lilian Reis


Concorra a um exemplar autografado (e com dedicatória) do livro ''Eu, meu pai e meus outros amores'' (Em breve resenha) da autora Lilian Reis (Conheça a autora clicando aqui). Para concorrer, basta preencher o formulário abaixo:


Regras obrigatórias:
- Ter endereço de entrega no Brasil
- Seguir o blog pelo Google Friend Connect. 
(As demais opções só aumentam suas chances).
- Responder o e-mail, caso ganhe, em até 72 horas.
(Resultado será divulgado no dia do sorteio: dia 29/05) 


Clique aqui e tire dúvidas sobre como usar o Rafflecopter! Boa Sorte!

Conheça o(a) autor(a): Lilian Reis

Foto -Lilian Reis

Lilian Reis nasceu em 1968. Mineira de Belo Horizonte é casada e mãe de dois filhos. Cresceu lendo romances e aprendeu a amar a leitura quando ainda era uma menina de doze anos. Trabalhou por algum tempo em um Jornal de grande circulação em Minas Gerais, e, depois, se dedicou exclusivamente à família. Foi somente após ver os filhos já crescidos e independentes que realizou um de seus grandes desejos, fazer faculdade. Sonhou com o dia em que pudesse escrever suas próprias histórias, o que veio acontecer após graduar-se em Letras. A autora afirma que seu objetivo é seguir seus grandes mestres literários e embrenhar-se pela literatura moderna e criativa. Jura que escreve com o coração na ponta dos dedos e que seu maior desejo é divertir o leitor e incentivá-lo a amar a leitura.

Confira capa e sinopse da obra: 

Eu, meu pai e os meus outros amores - Lilian Reis: 


Sinopse: Eu, meu pai e os meus outros amores... Há coisas na vida que acontecem e a pessoa se revolta, fica com raiva de tudo e de todos, contudo, Jade teve que aprender da maneira mais dura, que o mundinho no qual ela vivia era fútil, uma imensa bola cheia de nada. Para Jade, tudo que importava era sua mãe, padrasto e amiga. O pai era um sonho inalcançável, uma figura por quem Jade nutria “sentimentos incompreensíveis”. Ela acreditava que aquela vida de badalações, academia de dança, luais, e festas eram tudo de bom, e para o qual valia a pena viver. O resto era descartável. Entretanto, Jade fora inserida “contra sua vontade”, em outro mundo. Um lugar completamente sem valor para ela. As pessoas pouco lhe interessavam e tampouco ela acreditava que eles se interessassem por ela. Para ela, uma garota da cidade grande, o que importava eram as coisas que ela podia fazer e a maneira como se divertia, e amava apenas essas pessoas que eram seu ”tudo”... Uma história cheia de emoções, conflitos, dúvidas e descobertas, que tem um enredo gostoso, uma linguagem jovem e engraçada. Prepare-se para conhecer o outro lado do mundo de Jade. Uma adolescente quase adulta, que se mostrou rebelde e marrenta. Será que Jade aprenderá com seus erros a ser uma pessoa melhor? O livro aborda vários temas importantes, dentre eles a primeira transa, a amizade, e os sentimentos de um modo geral. Contudo, a abordagem principal é o amor de Jade por seu pai. Um homem do interior, que conviveu com sua filha apenas nos primeiros anos de vida, mas que a marcou muito. Para ela, o pai foi seu herói, aquele que a acudia dos pesadelos e dos seus medos. Todavia, a imagem deixada por ele apagou-se pelo fato de ele não ser um pai presente. A vida de Jade deu outra guinada após uma tragédia, que a obrigou a viver outra realidade... 

Confira o book trailer: 



 

Conheça o Site Oficial
Compre: Direto com a autora (autografado) ou nas livrarias virtuais: 

domingo, 28 de abril de 2013

Concorra a exemplares de ''Um Sonho a Mais'' + sua continuação ''Pra Vida Toda''.


Com o dia das mães chegando, a escritora Fernanda Meireles está realizando um sorteio da nova edição do seu livro Um Sonho a Mais juntamente com sua continuação Pra Vida Toda.

Para participar, basta acessar este link e seguir as regrinhas:
http://www.fernandameireles.com/2013/04/promocao-especial-dia-das-maes.html

Aproveite e adicione os livros da autora no Skoob:
Um Sonho a Mais: http://www.skoob.com.br/livro/99189-um-sonho-a-mais
Pra Vida Toda: http://www.skoob.com.br/livro/205814-pra-vida-toda
Aqueça Meu Coração: http://www.skoob.com.br/livro/223561-aqueca-meu-coracao


Confira mais detalhes sobre os livros que serão sorteados:

Título: Um sonho a mais
Autora: Nanda Meireles
2º Edição - 2013
PerSe
O livro pode ser adquirido por R$24,42 AQUI 
Páginas: 160
Sinopse: "Fabiana Andrade é uma jovem estudante de 17 anos com um único objetivo, passar no vestibular. Criada pela mãe costureira e abandonada pelo pai ainda muito pequena sentiu na pele as dificuldades de uma vida sem planejamento. Determinada, tem um sonho: fazer uma boa faculdade, abrir sua própria rede nacional de papelarias e dar a sua batalhadora mãe um bom descanso e uma digna recompensa por todo amor e cuidados dados a sua única filha. Um relacionamento era tudo o que ela não precisava, mas o destino lhe prega uma peça. Um antigo e apaixonado amigo é forçado a deixá-la. Uma nova e forte amizade se inicia. E um inesperado e arrebatador amor a encontra. Muita coisa acontece antes de Fabi entender a força e veracidade daquele amor. Confusões, intrigas, ciúmes, surpresas e decepções fazem de “Um sonho a mais” uma leitura divertida e viciante."



Título: Pra Vida Toda - Um Sonho a Mais 2
Autora: Nanda Meireles
1º Edição - 2013
Perse
O livro pode ser adquirido por R$26,70 AQUI
Páginas: 186
Sinopse: "Dos sonhos à realização, a vida nos reserva grandes reviravoltas, onde nem sempre encontramos o que esperamos. Ao sair da escola, Fabiana encara uma nova maratona: faculdade, trabalho, o novo negócio da sua mãe e um noivado a distância que por vários momentos lhe parece irreal. Entre tantas dificuldades, o passado decide dar as caras, enquanto o futuro oscila com os inesperados tropeços do presente. Agora a questão não é abrir espaço em sua vida para novos e doces sonhos, mas sim aprender a conviver com decisões que selarão seu destino... Pra Vida Toda"

Participem!

sexta-feira, 26 de abril de 2013

''O Maníaco do Circo'' - Leonardo Barros

Vamos conhecer mais o livro do autor ''Leonardo Barros'' parceiro do ''rabiscos''? Dessa vez eu trouxe para vocês ''O Maníaco do Circo, e o menino que tinha medo de palhaços'' (e esse menino não sou eu, rs). 
Já li e resenhei um livro do Leonardo e gostei muito (link aqui), ele escreve thriller policial com um toque de erotismo e em breve estarei postando a resenha de ''Maníaco''. Enquanto isso, conheça o livro: 


Sinopse: O Maníaco do Circo” aborda o tema da psicopatia, da fobia, e conta a história de Renato, uma criança com personalidade psicopata que, através de sonhos e alucinações, constrói um mundo mítico onde os palhaços são manifestações materiais de um demônio. O garotinho cresceu e se tornou um homicida missionário. Sua missão: tentar purificar as almas possuídas por esse demônio, ou livrar o mundo de sua ameaça. O leitor vai acompanhar a gênese da loucura, a espontaneidade da primeira execução e a necessidade que o psicopata tem de dar continuidade a uma sina mórbida, tão necessária para ele quanto o próprio ar. Até que a história se complica com o aparecimento de um criminoso, apelidado de “Maníaco do Circo”, que assola a cidade, deixando todos perplexos com a sua crueldade. Quem é o Maníaco do Circo? Quem se esconde por trás da maquiagem de palhaço? Esse mistério, somente você poderá desvendar!
O autor:

 

Leonardo Barros é médico formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte.
É autor do romance erótico “Amor de Yoni” (publicado em 2008); do suspense policial “O Maníaco do Circo – e o menino que tinha medo de palhaços” (publicado na XIV Bienal do Livro Rio, em 2009); da comédia “Saúde, Beleza, Prosperidade e Riqueza” (publicação independente, 2010) e da comédia “Solteiro Em Trinta Dias - Receitas de sucesso de um ex-otário” (publicado em 2011).
“Presságio – O assassinato da Freira Nua” é sua quinta ficção e seu segundo suspense policial. (Com resenha aqui no blog!)

Para contatar o autor deste livro envie um e-mail para leobarrosescritor@gmail.com, siga-o no Twitter: @LeoEscritor ou adicione-o no Facebook: facebook.com/leobarrosescritor.

Fan Page do MANÍACO DO CIRCO | Adicione a sua estante: Skoob | 
Canal do autor no: Youtube

na versão digítal (Kindle) pela Amazon

quinta-feira, 25 de abril de 2013

Resenha: Ester - Paul Law

 

Sinopse: Adentrando num mundo aparentemente fantasioso, a protagonista Ester se vê perdida de casa e de tudo que conhecia como possível. Sua condição infantil a ajuda a se adaptar às fantasias que passa a conhecer enquanto busca encontrar o caminho de volta para casa. Numa aventura que envolve personagens inusitados como Baltazar que morre todos os dias, Maria Falsa que não consegue ser verdadeira e uma população chamada de Povo dos Braços Virados que possui os cotovelos para o lado de dentro dos braços, Ester depara-se com problemas que afligem todas as pessoas. Contudo, com sua bondade resolve-os com simplicidade e ainda nos ensina. O autor quis e quer mostrar-nos uma pessoa simples quase que inexistente na nossa sociedade contemporânea, pois Ester é simplesmente uma criança com boas intenções sem se preocupar com as consequências de seus atos. Trata-se de uma criança que cria o seu mundo através de sua formação simples e que muito nos ensina por ser exatamente assim: bem intencionada. Talvez curto, ou quem sabe propositalmente insuficiente para nos esclarecer todas as questões que envolvem a trama, Ester termina de maneira inesperada saindo bruscamente da fantasia para adentrar na realidade. Entendo que o autor quis nos deixar imaginar... 
Leia sempre nas entrelinhas!

Assim como Lewis Carroll criou um mundo novo para seu Alice no País das Maravilhas e L. Frank Baum para seu Mágico de Oz, Paul Law representando-nos nacionalmente e atualmente, criou um mundo fantasioso para que sua personagem Ester pudesse cumprir seu propósito de vida, e o autor não errou. Criando personagens tão cativantes e palpáveis quanto a palha de um famoso espantalho sem cérebro.

Ester é uma garotinha que está perdida numa terra desconhecida abitada por seres que são semelhantes aos humanos, mas que suas ações não condizem com isso. O primeiro personagem que Ester tem contato nesse mundo é Baltazar, que além de morrer todos os dias assassinado por uma tropa de soldados, não tenta fugir disso já acostumado com sua triste sina.

Ester não pensa em outra coisa ao não ser voltar para sua casa, para seu mundo. Para ajudar a menina, Baltazar leva ela a um homem que ganha vida fazendo negociações, e em troca de um mapa que a ajudaria voltar para casa, Zeca (o negociador) lhe pede em troca uma coisa bastante peculiar, que apesar de Ester a valorizar muito, ela acha que o mapa seria mais importante.

A partir daí, a personagem conhece outras personagens que embarcam numa aventura que o sentido de cada capitulo nós encontramos nas entrelinhas. Ester junto com sua boneca e amigos que ela vai encontrando pelo caminho, tentam mudar esse mundo onde todos são submetidos as ordens e as vontade de um ser denominado Soberano.

Soberano é dono do exercito vermelho que tomam conta para que nada seja feito contra as ordens e vontades de seu líder.

Você percebe um novo sentido para toda a estória no final do livro. Eu achei que tudo se esclareceu para mim, e o livro cheio de reviravoltas e cadeados sendo abertos toma um sentido ainda maior na ultima parte. Comecei e não consegui parar de ler até terminar, o livro me prendeu mesmo. É uma narrativa fluente. Paul conseguiu me surpreender bastante com sua escrita e com seu mundo criado para Ester. Recomendo demais! 4 estrelas.

[News] Landmark publicará ''O Grande Gatsby - F. Scott Fitzgerald''

A Editora Landmark apresenta a obra-prima de F. Scott Fitzgerald – O Grande Gatsby – Um dos maiores clássicos da literatura Norte-Americana em uma exclusiva edição de luxo em capa dura e bilíngue e lançamento simultâneo em livro digital EPUB.

Confira capa, sinopse e biografia do autor: 

 

Sinopse: Considerado pela “Modern Library” como segundo melhor romance de língua inglesa do século XX, e por seu autor como ‘algo novo – algo extraordinário, belo e simples’ a EDITORA LANDMARK lança em uma exclusiva edição bilíngue de luxo, em capa dura, “O Grande Gatsby”, obra-prima do escritor norte-americano F. Scott Fitzgerald.
Esta obra, uma das mais representativas do romance norte-americano, descreve a vida da alta sociedade, ambientado em Nova York e no litoral de Long Island, durante o verão de 1922, através de uma aguda reflexão crítica. Além de destacar brilhantemente uma sociedade obcecada por riqueza e status, o romance também apresenta os problemas da economia durante a Primeira Guerra Mundial, a proibição de bebidas alcoólicas, o aumento do crime organizado com o contrabando de bebidas, surgimento de novos milionários e a história de amor entre Jay Gatsby e Daisy.
Jay Gatsby e Daisy se conhecem cinco anos antes do começo da história. Ela é uma bela jovem Louisiana e Gatsby um jovem oficial da marinha sem qualquer riqueza, ambos se apaixonam. Porém enquanto Gatsby cumpre seu dever como oficial na Primeira Guerra, Daisy se casa com o bruto, intolerante, mas milionário Tom Buchanan. Após o término da Guerra Gatsby se dedica inteiramente a reconquistar o amor de Daisy. Ele se empenha em fazer fortuna, por qualquer meio que seja, e se torna um milionário independente. Em seguida, compra uma mansão vizinha à mansão de Daisy e seu marido, promove muitas festas com esperança de que Daisy compareça a uma delas. Quando finalmente eles se encontram, acontecimentos trágicos são postos em movimento. A história é contada através dos olhos do amigo e vizinho onipresente de Gatsby, Nick Carraway, que mora em uma casa humilde próxima a mansão e se indaga sobre a exuberância, prepotência e falta de cultura das demais personagens.
Com destaque para o ritmo do Jazz da época, “O Grande Gatsby” inicialmente não se popularizou em sua primeira edição, mas nas edições subsequentes tornou-se um dos maiores sucessos de F. Scott Fitzgerald, principalmente, após a morte do autor, quando foi relançado e difundiu-se rapidamente. Hoje em dia, “O Grande Gatsby” é considerado o Grande Romance Americano e de leitura padrão em escolas e universidades de todo mundo sobre a literatura dos Estados Unidos.
Foi adaptado seis vezes para o cinema, a primeira versão em 1926, estrelada por Warner Baxter e Lois Wilson (essa adaptação se perdeu e há apenas um trailer no arquivo nacional norte-americano). A versão mais popular é do diretor Jack Clayton, de 1974, com roteiro de Francis Coppola e tendo Robert Redford no papel principal. Em 2013 a mais recente versão produzida pela Warner Bros e dirigida pelo aclamado Baz Luhrmann, com estreia prevista para junho de 2013 nos cinemas brasileiros, tem os atores Leonardo Dicaprio (Jay Gatsby), Carey Mulligan (Daisy Buchanan), Tobey Maguire (Nick Carraway) e Joel Edgerton (Tom Buchanan) no elenco. Além das adaptações para o cinema, também foi adaptado para teatro, radio novelas, graphic novels, ballet e ópera, composta por John Harbison, cuja estreia ocorreu em 1999 pela New York Metropolitan Opera.  

F. Scott Fitzgerald (1896-1940) considerado um dos escritores americanos mais importantes de todos os tempos, nasceu em Minnesota nos EUA. Ao longo de sua vida literária, escreveu cinco romances, outros cinco livros de contos, uma peça de teatro e um livro de ensaios. Mesmo não tendo uma vasta obra literária, seus livros tiveram impacto constante em todo o século XX, sendo o mais aclamado “O GRANDE GATSBY”. Filho de pai americano e mãe irlandesa, ingressou em Princeton, mas não chegou a terminar o curso. Suas fascinações eram para com a sociedade americana e nas angústias que essa sociedade vivia. Acometido por tuberculose, lançou-se ao alcoolismo, o que seria agravado pela esquizofrenia de sua esposa Zelda. Começou sua carreira literária em 1920, com a publicação de “Deste Lado do Paraíso”, obra que lhe deu grande popularidade e lhe abriu espaço em publicações de grande prestígio. Com a esposa, mudou-se para a França, onde concluiu, em 1925, seu terceiro e mais célebre d e romance, “O GRANDE GATSBY”, considerado pela crítica especializada como a obra-prima do escritor e uma das 100 melhores obras literárias de todos os tempos. Em 21 de dezembro de 1940, aos 44 anos, após comparecer à première do filme “This Thing Called Love”, sofreu um ataque fulminante do coração, deixando inacabado seu último romance, “Os Amores do Último Magnata”.



Para mais informações sobre estes e outros lançamentos, entre em contato com: 

EDITORA LANDMARK 
+55 (11) 2711-2566 2950-9095 

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Resenha: Estrela Píer - Kamila Denlescki

 


Sinopse: Lucia tem uma vida monótona e previsível até vencer o concurso mais cobiçado do momento. Não apenas ganha uma viagem para Londres, como também um jantar com o ator inglês Richard Clevehouse.
O que era sorte, entretanto, muda de cor. Richard, o belo ator de olhar sombrio, guarda um segredo: a vida de Lucia corre perigo. E ele fará de tudo para protegê-la, mesmo que, em troca, tenha de sofrer muito mais do que espera.
Das certezas, apenas uma:
Não há para onde fugir! 

Surpreendente. Engraçado. Inusitado. 

Estrela Píer me surpreendeu do começo ao fim das maneiras mais distintas possíveis. Primeiro achei pela capa que fosse encontrar um romance romântico clichê. Depois, pela sinopse achei que seria um ''chick lit'' comum, desses que temos de monte no mundo literário: errei feio. 

O livro começa nos mostrando um encontro desastroso e nojento (com direito a boca com bafo e tudo!), até ai tudo bem, poderia ser considerado um ''chick lit'', mas a estória da uma reviravolta quando Lucia (nossa protagonista) ganha um concurso e é premiada em conhecer um ator super famoso e que ela recentemente teve uma quedinha. 

''Enquanto todos se encaminhavam para a saída, um tanto quanto entorpecidos, eu ainda prestava atenção aos nomes. Diretor, produtor, cenógrafo, sonoplasta, dublês, nenhum escapava do crivo dos meus olhos. Roy era, para mim, o homem mais poderoso do mundo, envolto em uma aura de mistério, até feérica, e representante do meu desejo de ser alguém diferente de Lucia Píer Eli, a pacata bibliotecária do Colégio Santa Rosa. De qualquer forma, Roy era apenas um daqueles nomes grudados à tela plana; na melhor das hipóteses, uma doce lembrança. Tão doce quanto bolinha de chuva açucarado.'' Pág. 13. 

Até esse dia nada de interessante acontecera na vida de Lúcia. Ela trabalhava na biblioteca de um colégio e sofria bullying por viver no mundo dos livros e ser apaixonada pelos protagonistas românticos. Não foi ideia dela participar do concurso, pois suas chances seriam mínimas, mas sua vó a surpreendeu e acabou inscrevendo-a. 

No jantar de apresentação de Lúcia com o ator Richard Clevehouse, acontecem coisas estranhas e eles precisam sair correndo do hotel, numa espécie de fuga e você diz: wtf? Mas calma, é surpresa para Lúcia também e só vamos descobrir tudo junto com ela no decorrer da trama. 

Vários elementos de ficção científica são inseridos na trama. Achei que faltou muita ação em Lúcia que seu mundo vira de cabeça para baixo e ela acha isso tudo normal, como se já tivesse premeditado ou algo assim. Mas super recomendo! É bom para você rir, conferir aventuras... 4 estrelas.

terça-feira, 23 de abril de 2013

Conheça o(a) autor(a): Fábio Graciano

 

Fábio Martins Graciano, 24 anos, natural de Rondonópolis, Mato Grosso, viveu parte de sua infância em Divinópolis, Minas Gerais. Reside atualmente em Araxá, Minas Gerais, cidade onde viveu toda sua adolescência. Formado em Ciências Contábeis pelo Centro Universitário do Planalto de Araxá (UNIARAXÁ) e com MBA em Gestão Empresarial pela Fundace-USP.Aos 23 anos iniciou como um hobby a escrita de sua primeira obra, tornando-se um apaixonado pela literatura.

Confira capa e sinopse da obra: 

O Nascer do Sol - A história do jovem que mudou o mundo - Fábio Graciano:

 

Sinopse: A História de Franklin Martin Gregorio – O Jovem que Mudou o Mundo conta a história de um garoto africano, nascido em 1996 em Lilongwe no Malauí. Este pequeno país é localizado no Sul da África, e é um dos mais pobres do mundo. O país também é fortemente atingido pela AIDS e assim como em todo o continente, muitas famílias são atingidas por esta doença arrasadora.Nesta ficção temos um garoto super dotado, que á medida que cresce acumula muitos conhecimentos e torna-se um adepto de estudos medicinais. Através da amizade de seu pai Sr. Johnson Gregorio com o então Cônsul Britânico Sr. Franklin Martin Rodhes, as possibilidades que se abrem para a vida deste simples garoto são incríveis.
Muitas aventuras e experiências se acumulam no currículo de um então ainda garoto. Uma bela amizade surge, será o início de um grande romance? Enfrentar o desrespeito, a humilhação, o racismo, e muitas vezes o preconceito abalará este garoto?
Com a perda de seu pai pela doença, o garoto começa então sua busca por respostas e luta contra vários obstáculos para encontrar uma cura para este mal e mudar a situação não só de seu país, mas de todo seu continente. Tornar-se um Biomédico pode ser o futuro deste jovem? Conseguirá ele descobrir uma cura definitiva para o vírus HIV? Nenhum cientista ainda conseguiu tal feito, veremos o que este simples jovem africano é capaz.
Um mundo novo pode ser encontrado em Londres, a busca por seus sonhos passarão por ali, mas sem nunca esquecer dos seus primeiros passos em Lilongwe. Conseguirá ele deixar sua mãe e irmã sozinhas? Conheça esta história, entre neste mundo aonde os detalhes irão te prender e você não largará o livro por nada. Apaixone-se, identifique-se com seu personagem, leia, seja feliz. 
Confira o book trailer:


Compre: Livraria Saraiva 
Curta a página no: Facebook 

Conheça o(a) autor(a): Carminha Morais

Vamos conhecer mais uma autora parceira do blog? Dessa vez estamos com a Carminha Morais. Confiram:

  

Carminha Morais nasceu em Iúna/ES e tinha seis anos quando sua família mudou-se para Cachoeiro de Itapemirim. Eram muito pobres, ela pescava lambaris para vender, trocava jornais velhos por pão para alimentar sua fome e de oito irmãos, todos pequenos em idade escolar, e que não podiam estudar porque precisavam trabalhar.

Confira capas e sinopses das obras: 


Sinopse: Júlia é uma jovem linda e ambiciosa e não quer terminar os seus dias numa cidade do interior, servindo mesas na pousa de sua mãe. Aproveita a primeira oportunidade que surge, se esconde no bagageiro do carro de Sérgio que está voltando para o Rio de Janeiro.Sérgio se apaixona por Júlia mas a perde para o seu melhor amigo Eduardo,por esse ser mais rico. Eduardo emocionalmente fragilizado pela separação de sua família, não percebe a jogada de Júlia que está grávida e tudo faz para prender a sua galinha dos ovos de ouro. Sérgio desiludido vai morar em Portugal e se casa com uma cantora de Fado. Traição, doação de medula óssea,doe vida, conscientização do homem quanto a destruição do planeta, a bebida e o jogo são informações imprescindíveis para que tenhamos Felicidade,pois essa é construídas em doses homeopáticas, também a família e a nossa casa deve ser edificada na rocha que é a palavra de Deus. 

 

Sinopse: Um encontro rápido entre duas desconhecidas, mais acelerado pela correria do dia a dia, é ponto de partida para uma emocionante história da vida. Graças à bondade de Sílvia, que parou o que estava fazendo e deu alguns minutos de atenção, Miriam conseguiu, pela primeira vez, contar o que lhe tinha acontecido e, principalmente, desabafar. Acidentes, perda dos pais, orfanato, solidão e tristeza levam uma menina de apenas dez anos a viver – e sobreviver! – a uma longa trajetória de muita dor e, ao mesmo tempo, de intensa determinação para encontrar sua irmã desaparecida desde a tragédia que mudou suas vidas. Muitas surpresas acontecem no decorrer dessa trama que levará o leitor a descobrir que a nossa presença aqui na terra é para partilharmos os nossos dons com o próximo assim como o Senhor Deus partilhou o seu próprio filho conosco.  

Em breve resenha aqui no blog! E eu lembrei que vi a Ana Maria Braga (sim, Ana Maria Braga e Fátima Bernardes são as únicas apresentadoras ''assistíveis'' da Rede Globo) comentou sobre os livros da Carminha e achei bastante interessante. Tem o vídeo da Ana Maria comentando sobre os livros da Carminha, clicando aqui

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Destrua-me - Tahereh Mafi

Acabou de ser liberado para download gratuito o e-book ''Destrua-me'', livro sucessor de primeiro ''Estilhaça-me'' e antecessor do segundo ''Liberta-me''. ''Destrua-me'' é contado através do ponto de vista de Warner, personagem presente em ''Estilhaça-me''. O Segundo livro da série será lançado agora em Abril/Maio pela editora novo conceito. Confira ''Destrua-me'':

  

Clique na imagem acima para ir ao link de download. 

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Resenha: As Duas Faces do Destino - Landulfo Almeida

 

Sinopse: Bruno havia desistido de encontrar um sentido para sua vida quando é recrutado por uma extraordinária mulher, dona de habilidades incomuns, para lutar contra um poderoso inimigo. Kerligan Amnael possui o conhecimento, o dinheiro, a inteligência e a vontade para causar enormes prejuízos à humanidade. Apesar das dúvidas, Bruno resolve seguir seu coração e seus instintos e abraçar o destino ofertado por Adrianna. Exilado de sua antiga vida ele é preparado para uma batalha a ser travada no mundo dos negócios bilionários, das descobertas científicas e médicas de última geração e da espionagem industrial. Incapaz de lidar sozinho com as incertezas da história de Adrianna, que alega pertencer a outro universo, Bruno busca em seus melhores amigos do passado a força necessária. Entre sabotagens e assassinatos, amizades serão testadas, paixões nascerão e um inesperado desafio tornará a cruzada de Bruno ainda mais solitária. Pistas sobre os reais planos de Kerligan e MJ, seu braço direito, revelam uma verdade surpreendente e avassaladora. Próximo ao fim, a coragem e uma descomunal força de vontade serão as principais armas do casal de protagonistas para tentar salvar o futuro do planeta. 

Um livro que te ensina o quão importante termos amigos e familiares ao redor. Te ensina a preservar a natureza na espera de um mundo melhor. Te ensina que nem tudo é o que parece ser! 

Bruno perdeu o pai recentemente e se arrepende amargamente de nunca ter tido uma relação mais próxima com ele. Com o natal se aproximando (data aproximada da morte do seu pai) bate aquela saudade e a única coisa que dá vontade é de ficar em casa ou se encontrar com a mãe para relembrarem do passado.

Nada de muito interessante havia acontecido com a vida de Bruno até então. A herança deixada por seu pai e o trabalho que Bruno exerce faz com que eles não passem dificuldades financeiras e seu relacionamento com sua mãe é tão boa que ele não precisava pedir mais nada aos céus. Será?

''Mais um dia se arrastava. Às vezes, na maioria das vezes, o exercício de simplesmente permanecer vivendo parecia apenas uma obrigação. Há muito não se sentia realmente vivo, apenas passando pela vida. Embora fosse ótima companhia em uma festa, sempre brincando, conversando com todos, no fundo a sensação era próxima as palavras de Raul Seixas: ''...ah, mas que sujeito chato sou eu; que não acha nada engraçado; macaco, praia, carro, jornal, tobogã; eu acho tudo isso um saco...''. De fato a música Ouro de tolo descrevia com perfeição esse estado de espírito naqueles últimos anos. Fazia boa presença nos eventos e mantinha aceso o contato com os amigos através de telefonemas periódicos e encontros esporádicos, impelido, geralmente, menos pelo prazer e mais pelo senso de obrigação, uma necessidade de manter certa estrutura social.'' Pág. 16

Bruno sai um dia para uma corrida na praia e encontra uma mulher linda (a mais linda que ele já viu? talvez) e ele tenta disfarçar o quão encantado está ao ficar encarando-a. Essa mulher é Adrianna. Nessa corrida nem tudo sai normal como Bruno está acostumado... após uma tontura e um desmaio, Bruno acorda nos braços da linda mulher que ele acabou de ver. Sem mais nem menos e morrendo de vergonha, Bruno chama sua musa salva-vidas para um jantar... e a resposta: é sim, porquê não?

Mas Bruno se engana se achar que Adrianna está disposta a entrar em um relacionamento amoroso. Há um ''Hitler Moderno'' a solta no mundo e eles juntos terão de combatê-lo antes que seus planos de dominar o mundo saiam da teoria.

''- Sei que é um clichê, mas -  e relutou por um instante decidindo, por fim, prosseguir - como uma mulher linda, inteligente e, obviamente de recursos, pode estar sozinha? Estou ficando maluco ou tenho realmente uma chance? - Bruno olhava firmemente para ela ao pronunciar as palavras.
- Uau! Você é mesmo direto, não? Não sei se sou tudo isso - moveu a cabeça ajustando os cabelos à posição do vento e olhando de relance para as árvores que compunham a decoração do espaço externo onde estavam. Era uma pausa rápida, para criar expectativa. Ele interpretou como relutância da parte dela. - Acredito que era muito obcecada pelo trabalho. Não pensava muito em relacionamentos sérios.'' Pág. 53. 
O livro é recheado de informações e achei que Landulfo errou um pouco nisso... por ser um livro extenso, acho que poderia ter sido retiradas muitas informações desnecessárias para a leitura fluir melhor. Confesso que aprendi muito coisa porque ele aborda temas como: medicina, economia, investimentos, meio ambiente, tecnologia, gestão empresarial... mas a ficção científica é o foco no livro. A trama é muito bem trabalhada, vemos traições, reviravoltas, segredos sendo revelados... uma frase que resumiria: ''Nada é o que parece ser''. Recomendo! 4 estrelas.

''As Duas Faces do Destino'' Por Landulfo Almeida: 



quinta-feira, 18 de abril de 2013

Resenha: Finitus - Juliana Walker + Entrevista com a autora


Sinopse: Nunca entendi bem o que era alma gêmea, duas almas vivendo em um só corpo, conectada eternamente por uma força inexplicável. Afinal, o que seria isso? Como podemos ter uma alma que é nossa, mas vive em outra pessoa? Ouvi falar que podemos encontrar essa alma em um amigo, um irmão, na família, mas o que é mais falado é que nossa alma gêmea é nosso companheiro eterno, aquele com quem dividiremos nossa vida, aquele que entenderá tudo sobre nós sem abrirmos a boca. É aquele que sentamos lado a lado, em silencio, sem precisar dizer uma palavra, e ainda assim, sabemos que não estamos sós, que temos um amigo, alguém que sempre nos entenderá, não importa o quão difícil nossa vida possa ficar. Uma vez senti que o encontrei, essa parte de mim jogada no universo, mas ele não estava a minha procura, e nem eu a procura dele. Essa é a historia de como eu encontrei um homem, aquele que pôde ter sido meu melhor amigo, meu irmão, meu amor, mas creio que essa resposta só ele pode me dar... 

Muito amor por esse livro!  

Fazia tempo que estava querendo ler um romance romântico sem o tal do triângulo amoroso tão presente nos livros Jovem Adulto atuais e encontrei isso em Finitus! 

O que você faria se uma pessoa aparecesse do nada em sua janela e começasse a te encarar? E se você se apaixonasse por ela?

Liana era uma jovem com experiência zero no quesito amor. Sempre sonhando com personagens românticos de livros clássicos, ela sonhava com o mundo oferecido na literatura e acabava deixando a sua vida um pouco de lado.

Isso muda quando Christopher aparece em sua janela e a ideia que ela tinha sobre alma gêmea salta do papel para a realidade. Christopher não lembra de nada e deixa Liana muito confusa no começo, achando que ele poderia ser um maníaco ou algo do tipo aparecendo em sua janela todo molhado numa noite sem chuva. Alegando ir procurar uma mochila perdida Christopher some do mapa.

Alguns anos depois e já achando que a aparição do garoto que ela teria sentido algo muito forte não passava de uma alucinação, Christopher reaparece em sua porta no mesmo estado de alguns anos atrás, só que dessa vez com sua mochila lotada de missões que o programa Finitus lhe passara. Sem saber nada sobre o programa, Liana decide ajudar Christopher e eis que surge ai o romance.

Juliana torna a leitura extremamente fluente, fazendo você não querer largar o livro até chegar o final! Gostei demasiadamente dos acontecimentos que ocorreram no fim. A narrativa é intercalada em diferentes épocas, com maioria em 3ª pessoa e cartas são adicionadas no decorrer do enredo. Dei 5 estrelas pois é uma leitura tão simples e algo que te deixa bem merece ser lido. Recomendo muito!

Entrevista:

01) Quais as dificuldades de escrever um livro para o público jovem?
Não existe tanta dificuldade em escrever para os jovens, pois o que eles buscam é a aventura e a possibilidade de que aquilo pode ser real. Não pretendo dar esperanças , mas sim de mostrar que a vida tem inúmeras possibilidades.

02) Sua família sempre te apoiou/te apoia com sua escolha profissional? 
Sim e não, pois nunca pensei que conseguiria passar por mim mesma, pois no fim, era eu quem me bloqueava, eu demorei a perceber que era isso que queria.

03) O que é mais difícil hoje, no Brasil, para a profissão de escritor?
Alcançar o publico com certeza, pois eles não confiam ainda em um escritor que não esta na mídia, mas isso é uma questão de marketing, e com esforço acho que não haveria dificuldades.

04) Pretende continuar publicando, tem outras metas que deseja alcançar? 
Pretendo continuar e ja tenho outros projetos a caminho, e alguns engavetados aguardando o momento.

05) Qual seu gênero preferido para ler? 
Fantasia e ficção. Sempre com um toque de romance. Não descarto Jane Austen.

06) Quais foram suas inspirações literárias para começar a escrever? 
Não descarto nenhum pois me inspiro desde Austen e Lovecraft, até Harry Potter.

07) Quais autores atuais mais admira? 
Admiro muito a J. K. Rowling, pela sua batalha para conseguir realizar seu sonho, e admiro todos os autores que não desistem...acho que todos no fundo nos inspiramos nela.

08) Qual livro já lançado, você gostaria de ter sido autor(a)? 
Já lancei O Escolhido pela editora dracaena, e agora Finitus. Acho que estou bem satisfeita com os livros que lancei, mas ainda sinto que esta incompleto.

09) Participa de algum projeto de incentivo a leitura? Alguma ideia que poderia mudar a situação dos brasileiros, onde poucos leem? 
Já fiz algumas parcerias em escolas que fazem projetos para o incentivo dos alunos, mas preciso me atualizar mais sobre isso, acho que os jovens ainda não conhecem bem a literatura, principalmente a nacional.

10) Qual mensagem você passa ou gostaria de passar através das suas obras? 
Sempre tento passar a imagem de triunfo sobre si mesmo, acho que é minha veia psicológica. Acredito que acima de tudo antes de vencer as adversidades, antes devemos vencer os medos que temos em nós.

Muito obrigado a Juliana pela confiança no blog e só desejamos sucesso à autora! 

quarta-feira, 17 de abril de 2013

Conheça o(a) autor(a): Claudemir Oliveira


Demorou um pouco, talvez não tão pouco assim, mas esse dia chegou após inúmeros “nãos” inúmeras ausências de respostas.... Consegui que “ O Diário de Litat” fosse aprovado pela Editora Novo Século de São Paulo e no dia 05/10/2012 foi lançado em Cascavel na Livraria Nobel, no JL o livro " O Diário de Litat.
Lembro-me quando a Editora solicitou nomes de livrarias em minha cidade para programarem o LANÇAMENTO, percebi que temos apenas duas, Uma no Shopping e a outra No Centro da cidade... Pensei: Como uma cidade que já tem segundo turno para eleições, que é polo universitário, apenas possui duas livrarias e ainda, se ao menos tivéssemos uma livraria para cada casa noturna e se vendêssemos um livro a cada litro de Whisky vendido na noite... nossa cidade teria mais jovens utilizando seu tempo, lendo um livro, do que nas ruas, se alcoolizando, se drogando.
Costumamos dar culpa no Estado que não investe em educação, entretanto, livros custam de 20 a 60 reias e sãos raros os pais que tem a habitualidade de presentear seus filhos com livros, achando que essa tarefa é apenas dos professores... Ler um bom livro é o caminho lúcido e lícito para que os adolescentes possam “ viajar “ para mundos e épocas distantes. 
Perplexidades a parte, dia 05 de outubro, lancei um livro de Literatura Fantástica com aval de uma Editora de grande Porte. 

Confira capa e sinopse da obra: 



Sinopse: Bnus e Qeb nasceram no mesmo vilarejo, cresceram juntos brincando entre pedras e ruínas, alheias aos acontecimentos do mundo, quando jovens, prometeram um ao outro amor eterno.
Suas vidas estavam entrelaçadas pelo sentimento mais puro do ser humano, o amor, porém, seus sonhos foram ceifados por divindades que os colocou em caminhos opostos e se durante anos eles estavam prometidos um para o outro, agora, eles teriam que se enfrentar para um propósito maior.

Os olhos de Bnus que antes brilhavam de admiração e amor, agora, estão escurecidos pelo ódio, pelo mal; no coração de Qeb, ela manterá os sentimentos de amor verdadeiro por Bnus.

Após um período onde o mal tentará de todas as formas presvalecer sobre o bem, o amor entre Bnus e Qeb será mais forte, a eles será devolvido o livre arbítrio de suas vidas e juntos, provarão para todos que quando duas pessoas se amam, elas são capazes de enfrentar tudo, até mesmo o inimaginável.

Litat será descendente de Bnus e Qeb, nascerá com dons herdados de sua avó e sua mãe, um dom que ele terá o livre arbítrio de usá-lo ou não, mas sua omissão poderá acarretar danos para humanidade.

Muitas vidas Litat poderá ajudar, muitas outras se recusarão em aceitar pois já se venderam por porções de ouro, poder, ilusões passageiras, tão curtas quanto suas próprias vidas.
Um pouco mais sobre o livro, nesse vídeo: 

segunda-feira, 15 de abril de 2013

Resenha: A Seleção - Kiera Cass



Sinopse: Para trinta e cinco garotas, a “Seleção” é a chance de uma vida. Num futuro em que os Estados Unidos deram lugar ao Estado Americano da China, e mais recentemente a Illéa, um país jovem com uma sociedade dividida em castas, a competição que reúne moças entre dezesseis e vinte anos de todas as partes para decidir quem se casará com o príncipe é a oportunidade de escapar de uma realidade imposta a elas ainda no berço. É a chance de ser alçada de um mundo de possibilidades reduzidas para um mundo de vestidos deslumbrantes e joias valiosas. De morar em um palácio, conquistar o coração do belo príncipe Maxon e um dia ser a rainha.
Para America Singer, no entanto, uma artista da casta Cinco, estar entre as Selecionadas é um pesadelo. Significa deixar para trás Aspen, o rapaz que realmente ama e que está uma casta abaixo dela. Significa abandonar sua família e seu lar para entrar em uma disputa ferrenha por uma coroa que ela não quer. E viver em um palácio sob a ameaça constante de ataques rebeldes.
Então America conhece pessoalmente o príncipe. Bondoso, educado, engraçado e muito, muito charmoso, Maxon não é nada do que se poderia esperar. Eles formam uma aliança, e, aos poucos, America começa a refletir sobre tudo o que tinha planejado para si mesma — e percebe que a vida com que sempre sonhou talvez não seja nada comparada ao futuro que ela nunca tinha ousado imaginar.

Clássico. Apaixonante. Engraçado. Sincero. Puro.

Confesso que demorei muito para ler esse livro pela minha mania de julgar pela capa. Sim, acho a capa linda, mas confesso que achei que se tratasse de algo fútil (coisa que eu fujo no quesito livros, eis meu pé atrás para ''chick lit''). Mas devido ao surto de pessoas lendo (e comentando positivamente sobre ''A Seleção'') eu resolvi dar uma chance ao livro e me apaixonei.

O livro se passa no futuro onde hoje é os EUA, algo pós guerra, onde a monarquia volta como sistema de governo. Acontece em Illéa (cidade que surgiu das ruínas estadunidenses) uma seleção para escolher a princesa e sucessora da rainha quando o filho do rei atinge uma idade x.

Essa seleção consiste em selecionar 35 garotas de todo o reino não importando a casta de onde vem. As castas são numeradas de 1 a 8 e quanto maior sua casta, pior é sua situação financeira. America que é nossa protagonista é da casta 5 - a casta dos artistas - e como a seleção é opcional, não está nem um pouco interessada em se inscrever, afinal a pessoa que ela ama não é o príncipe. É Aspen, um rapaz pertencente da casta 6 e financeiramente nada aceitável pela família de America. Aspen é realista e mostra a America como eles não seriam felizes vivendo na miséria e convence America a se inscrever na seleção e motivada por sua mãe, é isso que a garota faz. Modesta e nada vaidosa, America acha que não teria a mínima chance de ser escolhida... está enganada! Ela é classificada entre as 35 garotas que irão ao castelo tentar convencer o príncipe que deve ser a princesa eleita, futura rainha.

''Eu sabia que minha mãe sentia um grande peso nas costas. E sabia que foi por isso que ela passou a tentar me manipular sempre que podia. Já brigávamos bastante sem essa tensão extra, mas, à medida que o outono vazio se aproximava, ela ficava cada vez mais nervosa. E eu sabia que minha mãe me achava despeitada por não querer nem preencher um formulariozinho besta.'' Pág. 11. 

America fica surpresa ao ver o resultado e ao Aspen ver que sua amada teria uma chance de ser feliz na vida, resolve terminar o namoro, fazendo com que America vá para o castelo ser avaliada junta com outras 34 garotas pelo príncipe. Acontece que um abono (espécie de recompensa) é paga as famílias das participantes e isso seria uma coisa muito boa para a família de America que apesar de não viverem na miséria, economiza ao máximo para terem comida na mesa todos os dias.

America então vai ao castelo e julga antes de conhecer (olha eu ai, rs), achando que tudo não passa de uma futilidade e que casamentos arranjados não é uma coisa nada verdadeira. Ela começa a conhecer Maxon (o príncipe) como ele realmente é e não como a mídia o pinta. Ela percebe que ele não se sente muito confortável em escolher sua futura parceira numa competição e encontra em America uma amizade verdadeira, sendo que o sentimento que Maxon rega por America não é tão recíproco assim e ela deixa claro desde o primeiro dia que encontra o príncipe que seu coração não se encontra dentro da bela jaula (como America chama o castelo).

'' - Sim, eu acho - minha voz saiu calma. Rapidamente acrescentei: - Majestade.
Ele riu.
- Eu mesmo já pensei nisso mais de uma vez. Mas você deve admitir que é uma jaula muito bonita.
- Para você. Encha sua jaula com mulheres brigando pela mesma coisa e veja que legal é.
Ele levantou as sobrancelhas.
- Mas já ocorreram discussões por minha causa? Será que não percebem que sou eu que faço a escolha? - ele disse, rindo.
Na verdade, não é bem assim. Elas brigam por duas coisas. Algumas por você, outras pela coroa. E todas pensam já saber o que falar e dizer para que sua escolha seja óbvia.
- Ah, sim. O homem ou a coroa. Receio que algumas não saibam ver a diferença - afirmou, balançando a cabeça.
- Boa sorte com isso - comentei, seca.'' Pág. 129.

É um romance muito bem construído! Tem partes dramáticas, partes engraçadas, partes amorosas e a autora consegue conciliar a distopia de maneira bastante natural. Acontecem vários ataques de rebeldes para com a família real e consequentemente isso atinge as garotas. Outra coisa que realmente é muito difícil de elaborar que a autora fez isso magistralmente, é a descrição e o confronto que ocorre entre as candidatas. É muito difícil caracterizar 34 garotas em um livro relativamente curto, mas Kiera consegue nos fazer conhecer as principais de maneira muito fluente e não nos faz ficar perdido diante de tantas personalidades. Mal posso esperar pela continuação (da trilogia)... 5 estrelas e favoritado no skoob. Mais do que recomendado, certo?


Adicione a sua estante: Skoob

domingo, 14 de abril de 2013

sábado, 13 de abril de 2013

Participe do livro "Mentes Inquietas - Contos sobrenaturais, de suspense e de terror"

Até 31 de maio, a Andross Editora estará recebendo contos sobrenaturais, de suspense e de terror para publicação no livro “Mentes Inquietas”.
A Andross Editora está recebendo contos de novos escritores para publicação no livro “Mentes Inquietas”, a ser lançado em outubro de 2013 no evento Livros em Pauta. Qualquer pessoa pode participar. Basta acessar o site www.andross.com.br, ler o regulamento de participação e submeter seu texto à avaliação. As inscrições vão até 31 de maio de 2013. 
 
Alfer Medeiros
Alfer Medeiros, organizador do livro, diz que vale qualquer conto com temática sobrenatural, de suspense ou de terror. "Nosso intuito é escolher textos com tramas e personagens bem variados, cuja única ligação é a temática do livro: a inquietação.", diz Alfer. "As tramas precisam mexer com o leitor, deixá-los assustados, perturbados", completa.
 
 SINOPSE DO LIVRO: 
Mary Shelley tinha pesadelos com a ideia de ressuscitar mortos... Lovecraft sentia-se perseguido por entidades anti-humanas... Edgar Allan Poe era fascinado por felinos e pássaros negros... As melhores histórias sobrenaturais, de suspense e de terror de todos os tempos surgiram das mentes mais inquietas que a literatura universal já conheceu. Agora, uma nova safra de escritores impõe ao papel toda a angústia de suas mentes, em tramas que mesclam o fantástico à loucura, o possível ao inimaginável, a penumbra ao medo... Se é horror que você procura, veio ao lugar certo: o subconsciente humano.” 
 
BOOKTRAILER:
 
SERVIÇO: 
Livro:Mentes Inquietas - Contos sobrenaturais, de suspense e de terror” 
Organização: Alfer Medeiros
Envio do texto: até 31/05/2013 
Lançamento: 10/2013 (no evento Livros Em Pauta
Regulamento: no site www.andross.com.br 
Realização: Andross Editora

sexta-feira, 12 de abril de 2013

Conheça o autor: Bruno Melo

 

Bruno Carvalho de Melo Rodrigues é o fundador da Barbohouse e criador de Barbolandia. É publicitário formado pela Universidade Federal do Pará, em 2010, e atualmente divide seu tempo como empresário/autor e como gerente de Marketing.
Em 2009, Bruno Rodrigues ganhou o selo “Imagina Só!”, ao vencer o Prêmio Secult de Literatura Infanto-juvenil, realizado com apoio do Governo do Estado do Pará. A obra vencedora foi “Os Cinco Amigos e o Segredo da Coisa”, escrito ainda no ano de 2008.
O sonho do empresário se realizou no ano de 2011, quando em 14 de setembro, dia de seu aniversário, fundou formalmente a Barbohouse, empresa cujo objetivo é publicar e divulgar anualmente um livro da série Barbolandia, país fictício criado por ele.

Confira capa e sinopse da obra:  

Barbolandia: A Fuga do Herdeiro - Bruno Melo: 

 

Sinopse: Amizade, aventura e desafio. Estes são alguns dos temas que permeiam “A Fuga do Herdeiro”, primeiro livro da Barbohouse. Do escritor Bruno Melo, o livro conta a história de como a ilha de Barbolandia foi descoberta por cinco amigos: três piratas loucos por aventura, um mordomo sábio e justo e o herdeiro de uma das maiores fortunas do mundo, mas que despreza a família e a riqueza.
Filho de uma das famílias mais ricas e respeitadas da Terra, a Dinastia Day, Ryan percebe que aquele mundo não é seu. “Ele se recusa a seguir as regras da família”, explica Bruno. Tanta rebeldia leva o garoto a abandonar a mansão dos Day e a viver uma longa e perigosa aventura. “Para ele, o único jeito para não ter de assumir o lugar do pai e se tornar parte daquele mundo mesquinho e supérfluo era fugindo”, conta.
Durante a viagem, Ryan perde todos os seus bens – algumas poucas roupas, biscoitos e o dinheiro guardado de suas mesadas -, tem de enfrentar bandidos e um enorme tornado, que ameaça lhe tirar a vida. “Apesar de tudo isto, ele encontra aqueles que serão seus melhores amigos para a vida toda”, revela Bruno. O final desta história você pode conferir em “A Fuga do Herdeiro”. 

Adicione a sua estante: Skoob 
~todos os autores dos posts 'Conhecendo o Autor' são parceiros do blog~

quinta-feira, 11 de abril de 2013

Lançamentos de Abril da Editora Deuses! #4

A marca – Tudo contra o amor - Sales Rodrigues: 

 


Prefácio: Este livro conta a história de um amor imprescindível, poderoso e sem fim. Uma maravilhosa e emocionante história em que o maior poder do Universo tem que ser o amor ou a raça humana desaparecerá para sempre.

Esta história é sobre um anjo que foi enviado à Terra para cumprir a ordem dos “Deuses”; e o destino do planeta já estava traçado, mas esse anjo encontrou um amor verdadeiro, intenso, irresistível, envolvente e marcante. Ao amá-la, resolveu mudar o destino do mundo; desobedecendo aos “Deuses”, enfrentando os demônios, a morte, e até o Universo se tornou seu inimigo.

Este livro traz revelações, e as provam. Deus teria feito um pacto entre Lúcifer e alguns humanos; além disso, há uma “Sociedade” firmada entre os “Deuses” e uma trama no “Céu”.

A humanidade é apenas um prêmio, mas um anjo mudou o destino dos homens por causa do amor, e ele enfrentará a sua mais violenta e destrutiva guerra.

Esse anjo é uma marca na Terra, e o amor é uma marca na alma. Os que acreditam em amor compreenderão a profundidade dessa ligação. Já os que nunca amaram, percebam a fabulosa mágica dessa conexão, e vivam agora a história em que o maior poder do Universo se tornou o amor, e essa história é “A MARCA”. 

Informações do livro: 

Autor: Sales Rodrigues 
2ª Edição, 2011
Pag: 336
Valor: R$ 34,90.  
Você pode comprar pelo site clicando aqui
As vendas irão começar de acordo com os lançamentos! (Entre os dias 10 e 15 de Abril)

Resenha: A Resposta e o Vento - Ricardo Thomé


Sinopse: Um fragmento de uma frase – “Nunca é tarde para ser” – , supostamente de autoria da novelista inglesa George Eliot, colado em um pedaço de cartolina, vai sendo levado pelo vento através das ruas de Copacabana. Cada um que o encontra (ou que é encontrado por ele) vai experimentando uma transformação causada por aquelas palavras. São personagens que, sem se conhecerem, apresentam em comum o fato de terem todos participado, de uma forma ou de outra, de uma tragédia ocorrida sete anos antes: o assassinato de um jovem dentro de um coletivo, em Botafogo. O fragmento da frase e o vento vão costurando, sutilmente, estas trajetórias, até o desfecho imprevisível e surpreendente.
Nunca é tarde para ser.  

Desmascarando os esteriótipos brasileiros, Ricardo Thomé cria histórias que se interligam de uma maneira bastante inusitada: ambas as personagens encontram o mesmo pedaço de papel e ambas as personagens tiveram o momento de mais medo e tensão da vida juntas num passado não muito passado.

''Inúmeros são os sinais e incontáveis as maneiras através das quais a natureza se comunica conosco. Com todos nós. Nós pedras, nós grãos de areia, nós insetos. Com todos nós. Nós capim, nós arbustos, nós répteis. Todos nós: nuvens, átomos, minérios, peixes, cães, gatos; com todos  nós, homens e mulheres, brancos e negros, jovens e idosos. E, possivelmente, numa outra instância até com nós mortos. Ou, numa inversão do que se acabou de dizer, até nós, mortos, nos comunicamos constantemente com a natureza, por incontáveis maneiras, através de inúmeros sinais.
Por exemplo: ouçam, agora, o que nos diz este vento que passa. Prestem atenção no que eles nos traz, no que ele leva para longe de nós, nas pequenas ou grandes transformações que ele está operando em nossas vidas e nos elementos que estão em torno de cada um de nós. Observem, sobretudo, que ele passa por nós, para nós, e não do outro lado do planeta, para as coisas, bichos, elementos e pessoas de lá. É para nós que ele sopra, é para nós que ele está falando. Bem aqui, em Copacabana, Rio de Janeiro, Brasil. Ouça-mo-lo.'' Pág. 14. 

Não vou me ater aos nomes das personagens pois os contos são muito curtos e gravar nomes não é a intenção (pelo menos não foi a minha) na leitura. Conhecemos uma velha que não recebe visitantes há 17 anos, e tem como sua única companheira uma gata deixada por sua amiga que morreu há algum tempo e tem como único amigo um objeto bastante peculiar que ela apelida de ''Zezinho''. Ela reflete e reflete e chega a conclusão de que vai ser doloroso viver sem sua única companheira, mas e se ela morrer antes da gata? ela também é considerada companheira pelo animal?

Conhecemos também a ''Casa dos Renegados'' que é chamado um apartamento onde vivem dois gays, um travesti e um cachorro. Eles lutam diariamente para encontrar um lugar na sociedade e seu lugar no seu próprio mundinho. Um meio de levar a vida seria a prostituição? enfrentam uma cirurgia perigosa para descobrir-se vale a pena?

Vemos um resenhista-poeta que vive angustiadamente por ver sua mulher fraca e depressiva em cima de uma cama por estar fraca de tanto se cortar e de tanto tentar tirar sua vida de várias maneiras. Não vendo mais razão para viver, refletimos junto com o casal e seu pássaro o quanto vale a pena lutar por viver onde não queremos ou como não queremos.

Como vocês perceberam, pessoas solitárias (literalmente ou não) é algo que não falta nesse livro... Uma gordinha que foi abusada sexualmente quando era criança e que agora é viciada em sexo virtual, tentando encontrar onde segurar-se numa sociedade em que o diâmetro da cintura ou a textura da pele facial vale mais do que ações. Como disse no início, as personagens já haviam se encontrado em um momento crítico do passado e vemos que a ''gordinha viciada em sexo virtual'' foi a mais prejudicada por tudo isso.

E por fim, mas não menos importante, conhecemos a vida de um bêbado. Aliás, o que conhecemos é a única coisa que ele pretende mudar na vida, deixar no passado, apagar da memória. Cansado de ser visto como um alcoólatra analfabeto, ele ao encontrar um pedaço de papel e depois de muito sacrifício conseguir lê-lo, consegue enxergar nas palavras: ''Nunca é tarde para ser'' uma válvula de escape a um fim de vida menos miserável.

É nesse contexto meio auto-ajuda, critica social, sexual e cheio de polêmicas que conseguimos enxergar o quão os rótulos nos são desnecessários e importante ao mesmo tempo. Ricardo Thomé tem um humor bastante ácido e não perde tempo em expressar ironias em forma de personagens. É uma leitura muito boa, imperdível. É uma releitura dos males sociais, do lixo que é a sociedade em que nos encontramos e do lixo que enchem nossas cabeças. Com questões filosóficas, morais, sociais, estéticas e conservadoras. Recomendo! 5 estrelas.

quarta-feira, 10 de abril de 2013

Conheça o autor: Landulfo Almeida

 

Nascido em Brasília em 1968, Landulfo Almeida passou sua adolescência e boa parte da vida adulta em Salvador. Graduado em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal da Bahia e pós-graduado em Marketing de Serviços, trabalhou como engenheiro de software, foi empresário, professor e executivo. É entusiasta do mercado financeiro e opera na Bolsa de Valores. Apaixonado por ciência, ficção científica e literatura fantástica, procura usar sua experiência eclética e seus diversos interesses para enriquecer suas histórias, criando ambientes e personagens plausíveis e permitindo à imaginação fluir livremente.

Confira capa e sinopse da obra: 

As duas faces do Destino - Landulfo Almeida: 

 

Sinopse: Bruno havia desistido de encontrar um sentido para sua vida quando é recrutado por uma extraordinária mulher, dona de habilidades incomuns, para lutar contra um poderoso inimigo. Kerligan Amnael possui o conhecimento, o dinheiro, a inteligência e a vontade para causar enormes prejuízos à humanidade. Apesar das dúvidas, Bruno resolve seguir seu coração e seus instintos e abraçar o destino ofertado por Adrianna.
Exilado de sua antiga vida ele é preparado para uma batalha a ser travada no mundo dos negócios bilionários, das descobertas científicas e médicas de última geração e da espionagem industrial. Incapaz de lidar sozinho com as incertezas da história de Adrianna, que alega pertencer a outro universo, Bruno busca em seus melhores amigos do passado a força necessária. Entre sabotagens e assassinatos, amizades serão testadas, paixões nascerão e um inesperado desafio tornará a cruzada de Bruno ainda mais solitária.
Pistas sobre os reais planos de Kerligan e MJ, seu braço direito, revelam uma verdade surpreendente e avassaladora. Próximo ao fim, a coragem e uma descomunal força de vontade serão as principais armas do casal de protagonistas para tentar salvar o futuro do planeta.
Book Trailer:


Adicione a sua estante: Skoob
~todos os autores dos posts 'Conhecendo o Autor' são parceiros do blog~

Resenha: Presságio - O Assassinato da Freira Nua - Leonardo Barros


Sinopse: Alice tem 26 anos e, desde a adolescência, é atormentada por presságios. Desacreditada por psiquiatras, ela é considerada psicótica, até que uma de suas visões a possibilita desvendar um misterioso homicídio. A polícia atribui a autoria do crime ao Beato Judas, um assassino serial de freiras, mas a descrição do suspeito não se parece em nada com o homem que ela viu em sua premonição. Agora, Alice terá de correr contra o tempo para provar que não é louca e para evitar que o assassino faça uma nova vítima. Suspense, misticismo e sensualidade se misturam neste fantástico thriller policial que parece ter a capacidade sobrenatural de manter seus leitores alucinados da primeira à última página.

Louco. Instigante. Eletrizante. Alucinante. Sensacional. 

Um assassino de freiras está solto pelas ruas e uma das pessoas que poderia solucionar esse caso é motivo de piada... o motivo? Ela possui a clarividência. 

'' - Eu tenho o dom da clarividência! 
O delegado se dobrou numa gostosa gargalhada. 
Felipe não se controlou. Riu ainda mais alto que Matias. 
A boca se rasgou num ricto. Disse:
- É verdade! Eu não sou louca! Vocês tem de acreditar em mim! 
Matias desculpou-se:
- Sinto muito, Alice! Estamos sendo grosseiros, eu sei... Mas você tem de concordar: essa história de clarividência é um delírio seu!
- Eu vi!
- Então, você estava lá! 
- Não estava! Eu vi em pensamento, como um presságio.'' Pág. 40. 

Alice sempre previa algumas coisas... nada preocupante no começo. Foi quando ela começou a prever mortes que ela começou a se preocupar. Conhecida por vários terapeutas e psiquiatras, Alice era tachada de louca por possuir um dom humanamente impossível, ou humanamente anormal. Isso tudo se agrava quando Alice é convidada a ir em uma festa à fantasia e uma conhecida é morta vestida de freira. Alice vê sua morte, mesmo não estando presente no local do crime. 

Nesse mesmo contexto, o Delegado Matias investiga outra morte ocorrida nos últimos dias. A vítima: uma freira. Ao ficar sabendo dessa segunda morte, Matias e sua equipe de investigação procuram saber se as duas mortes se relacionam. Várias pessoas são convocadas para dar depoimento, entre elas Alice, que é motivo de piada na delegacia após revelar seu dom. 

É encontrado um suspeito denominado pela polícia por ''Beato Judas'' para a primeira morte e a equipe sai em busca de algo que comprove que o suspeito esteja relacionado com a segunda morte, apesar dele negar. 

Alice nunca tinha saído dos trilhos... sempre certinha, se envolve numa trama que até ela mesmo dúvida de que vá acabar bem. Leonardo Barros leva a trama a diversos rumos diferentes, inserindo diversas reviravoltas e nos mostrando que nenhum personagem é totalmente correto. Ele constrói um romance psicológico com os personagens que são verdadeiramente complexos, humanos. 

Não consegui parar de ler até terminar. A escrita de Leonardo é super fluente, gostosa e rápida de ler. O romance policial é recheado de sensualismo e um toque de eroticidade. Para se ter ideia, Alice costuma ter suas visões quando atinge o orgasmo! Alice passa por várias provações até atingir seu objetivo que é a justiça. O final é surpreendente e o autor deixa-nos com vontade de uma sequência imediata! (não sei se isso vai acontecer, mas...) acredito que ele esteja trabalhando nisso! Falando na edição, a capa é fiel ao tema thriller policial e a revisão está ótima. Recomendo demais aos fãs de policial/investigação e aos que não são tão fãs assim! Muito obrigado ao Leonardo por ter me presenteado com essa obra fantástica e mal posso esperar para ler suas outras publicações! 5 estrelas. 

Confira o booktrailer: 


Compre: Livraria Cultura | Livraria Saraiva | Submarino
Adicione a sua estante: Skoob

terça-feira, 9 de abril de 2013

Resenha: Extraordinário - R. J. Palacio

 

Sinopse: August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso ele nunca frequentou uma escola de verdade... até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros.
Narrado da perspectiva de Auggie e também de seus familiares e amigos, com momentos comoventes e outros descontraídos, Extraordinário consegue captar o impacto que um menino pode causar na vida e no comportamento de todos, família, amigos e comunidade - um impacto forte, comovente e, sem dúvida nenhuma, extraordinariamente positivo, que vai tocar todo tipo de leitor.

Triste. Transformador. Amigo. Humano. Extraordinário. 

Auggie sempre enfrentou a indiferença e o terror estampado no rosto das pessoas ao lhe verem andando na rua. August sabia que tinha um rosto que ''fugia aos padrões normais'' mas era impossível disfarçar a mágoa que sentia ao ver a repulsa estampada nos rostos das pessoas. Apesar dele ter uma ''deficiência'' facial (para não falar deformação), a mente dele funciona igual a qualquer outra criança de dez anos. Ele sente vontade de correr, de brincar, de passear, de receber presente e gosta de assistir a filmes. Sua mentalidade não é afetada pelo gene que fugiu ao controle do seu DNA. 

''Sei que não sou um garoto de dez anos comum. Quer dizer, é claro que faço coisas comuns. Tomo sorvete. Ando de bicicleta. Jogo bola. Tenho um Xbox. Essas coisas me fazem ser comum. Por dentro. Mas sei que as crianças comuns não fazem outras crianças comuns saírem correndo e gritando do parquinho. Sei que os outros não ficam encarando as crianças comuns aonde quer que elas vão.'' Pág. 11. 

Para Auggie sempre foi difícil manter amizades. As crianças até iam brincar em sua casa, mas nunca mais voltavam. Ou quando o encontravam no parque as que não diziam coisas indelicadas e saiam correndo aos berros, se afastavam como se Auggie fosse portador de uma praga contagiosa. Mas os pais de August sabiam que ele precisavam ''crescer''. E ir para a escola pela primeira vez na vida seria um grande passo para esse crescimento. 

'' - Então - começou ela - Como conheceu a Summer se ela não faz nenhuma aula com você?
- A gente sentou junto no almoço. [...]
- Ela parece muito legal.
- É sim.
- E é muito bonita - comentou a mamãe.
- É, eu sei - respondi - Nós somos meio que a Bela e a Fera.
Não esperei para ver a reação dela. Simplesmente comecei a correr pela calçada atrás da pedra que eu havia chutado para a frente o mais forte que consegui.'' Pág. 63. 
O livro é recheado de ensinamentos. Vemos ambas partes da trajetória de aceitação de August na sociedade por vários pontos de vista. Tem a Via, que é irmã de Auggie e sente muita pena do irmão e parte para cima de qualquer um que o constrange na rua. Tem a Summer que foi a primeira amiga - a menina que driblou preconceitos e aproximou-se de August - mesmo quando todos do colégio pretendiam ficar cada vez mais longe de Auggie. Conhecemos o Jack, que é ''amigo encomendado'' pelo diretor para fazer com que o garoto se sinta acolhido, e vemos que há muitas controvérsias com razão a isso. Tem também a visão de Justin - que é o namorado de Via - e não vejo importância nenhuma na parte dele. Acho que a autora deveria ter tirado Justin e colocado um dos pais de August... estava esperando pelo ponto de vista deles... mas continuando: e temos Miranda, que é amiga de Via e tem sentimentos de irmão pelo August. 

''pensei muito nisso e em tudo o que significa. ela está certa. o universo não foi legal com auggie pullman. o que aquele garotinho fez para merecer essa sentença? o que os pais dele fizeram? ou a olivia? uma vez ela mencionou que um médico disse aos pais dela que a probabilidade de alguém ter a combinação de síndromes que resultou no rosto de auggie é de uma em quatro milhões. então isso não faz do universo uma loteria gigantesca? você compra um bilhete quando nasce. e é só um acaso ter um bilhete bom ou ruim. é questão de sorte.'' Pág. 210. 
 Em geral o livro é uma leitura sim: muito válida! Acho que a autora pecou muito na descrição. Não era necessário ela enfatizar tanto a aparência de Auggie, se ela deixasse implícito ficaria bem mais instigante a leitura. Sim, infelizmente tem um finalzinho clichê que deveria ter sido melhor elaborado. Não entendi a capa (ou entendi) se for para mostrar que Auggie é diferente, a capa é perfeita para esse papel. Se for para ilustrar o August, acho que não ilustrou tão bem assim. É um livro inocente, de leitura muito fácil... mas te faz pensar nas pessoas e situações em que nos encontramos casualmente no dia a dia. Recomendo. 4 estrelas. 

Confira o book trailer:

segunda-feira, 8 de abril de 2013

Resenha: Cisne - Eleonor Hertzog


Sinopse: Ninguém sabe exatamente quais são os critérios de seleção da Escola Avançada de Champ-Bleux, mas não há como discutir sua eficácia. Seus exames de ingresso não erram nunca! Entre milhares de candidatos de todos os pontos da Terra, apenas duzentos e cinquenta são escolhidos a cada semestre. E, num mundo onde ser cientista é o maior status que alguém pode desejar, a Escola Avançada de Champ-Bleux forma aqueles que são disputados a peso de ouro. Doris e Henry Melbourne são cientistas formados por Champ-Bleux. Aparentemente, são biólogos marinhos. Aparentemente, suas vidas se centram no Cisne, barco de pesquisas onde moram com os filhos. E, também aparentemente, são terráqueos... Seus filhos acreditam em todas essas aparências – ao menos por enquanto. Seguindo os passos dos pais, os jovens Melbourne fizeram os exames de ingresso para Champ-Bleux. Enquanto, cheios de expectativa, aguardam os resultados para saber se ao menos um deles entrou na Escola Avançada, veem-se envolvidos numa questão diplomática entre Terra e Tarilian, o único outro mundo habitado que os terráqueos conhecem. Inesperadamente, o futuro das relações entre os dois mundos vai ser decidido em um barco no meio do oceano! Mal sabem eles que isso é apenas o começo... Logo precisarão decidir pela Terra inteira!
 Divertido. Engraçado. Científico. Familiar. Tecnológico. 

Cisne nos apresenta um mundo novo. Um mundo onde as pessoas se importam com a natureza e onde vemos situações para lá de inusitadas e divertidas de relacionamento familiar. Doris e Henry Melbourne são cientistas com a fama muito boa, por terem se formados na Escola Avançada Champ-Bleux e ver seus filhos serem aprovados lá seriam uma honra. Seguir os passos dos pais é o que almejam os filhos certo? Quando os filhos fazem a prova para a seleção é impossível não ficar ansioso junto com eles. Será que alguém vai entrar? Se sim, quem vai entrar? E o resultado é bastante surpreendente. 

''- Cisne de água doce é um nome esquisito para um veleiro oceânico.
- Ah, é que, quando o vento enfuna as velas, quando estão todas erguidas, e todas refletindo o Sol, parece que o barco é um enorme, lindo, fantástico, maravilhoso cisne de prata! riu Anita, toda feliz.'' Pág. 31
 O livro passa grande parte em um barco, ou ''O barco'' da família Melbourne. Vemos as trapalhadas diárias que os irmãos preparam uns com os outros e vemos que apesar de parecidos fisicamente, todos eles possuem personalidades diferentes e marcantes. Vamos conhecê-los: 

Ted e Teo de dezesseis anos loiros e altos. A primeira dupla de gêmeos. Depois vem outra dupla de gêmeos idênticos: Tim e Tom. Tom é calma, mais calado... enquanto Tim é explosivo, barulhento e falante. Depois deles vem a Pam de quatorze anos que é um amor. Depois tem a Peggy (minha personagem favorita) que foi adotada pela família. Ela é muito simpática e prova que é inteligente como qualquer outro, além de ter habilidades bastante poderosas. Depois tem Lis e Bobby que são os caçulas. É impossível você não gostar de alguém porque os personagens são cativantes.

O livro é rico em informações e no começo achei que fosse ficar perdido pela quantidade a que nos é exposta, mas Eleonor soube intercalar e fazer a leitura fluir. Temos também um apelo a preservação do ambiente disfarçadamente mas não é de se entranhar se tratando de uma história com cientistas. É impossível as imagens não ficarem vivas na sua cabeça pois a descrição fazem você ir além da imaginação e quando estava na metade do livro já tinha criado um filme na minha cabeça. 

Não existem protagonistas únicos, pois é um livro onde uma família é protagonista. São muitas páginas (sim, meio que me assustei no começo: 832). Mas é um livro fácil de ler e nada cansativo. É engraçado, descontraído... Vemos no decorrer da narrativa que personagens secundários usam e abusam de ''trapaças do bem''. O começo do livro é um pouco introdutório, então não estranhem. É uma ótima leitura. Quanto a capa: Amei. As cores, as ilustrações (super coerentes ao enredo do livro), o tom de azul, ficou tudo muito bonito! Recomendo. 4 estrelas. Obrigado Eleonor por ter me apresentado a um mundo tão simples e mágico a bordo do Cisne. Amei o kit e espero que nossa parceria só fortaleça! 

Confira o book trailer: